Caçapava Online Tv
Fale com o delegado
Carro

Variedades

Conheça os significados dos símbolos natalinos

Públicado em: 24/12/2013 às 21:04:29  
Natal é o nascimento de Jesus Cristo, momento de reflexão, renascimento, paz e generosidade. Nessa época, considerada uma das mais especiais do ano, renasce no coração das pessoas a esperança de uma vida melhor.

A comemoração acontece há mais de 1600 anos no dia 25 de dezembro. Atualmente, tradições natalinas como o presépio, a árvore de natal, o Papai Noel, a ceia de natal e as músicas natalinas dão forma à celebração do Natal ao redor do mundo.

Nesse texto você confere o significado de cada símbolo que garante um clima especial nesta época do ano.

Presépio importante símbolo natalino

Ao lado da árvore de natal e dos presentes, o presépio se destaca, uma das mais antigas formas de caracterização do Natal. A palavra presépio significa “um lugar onde se recolhe o gado; curral, estábulo”. Porém, esta também é a designação dada à representação artística do nascimento do Menino Jesus num estábulo.

Conta a Bíblia que, depois de muito tempo à procura de um lugar para albergar o casal, que se encontrava em viagem por motivo de recenseamento de toda a Galileia, São José e a Virgem Maria tiveram que pernoitar numa gruta nas imediações de Belém.

Jesus nasceu numa manjedoura e foi reconhecido rei, no momento do nascimento. Os três reis vieram do oriente visitar o menino Jesus. Eles foram avisados por um anjo e guiados por uma estrela. Os reis ofereceram ouro, incenso e mirra à criança.

Segundo a história, estes acontecimentos ocorreram no tempo do Rei Herodes, que teria mandado matar todas as crianças por medo de perder o seu trono para o futuro rei dos judeus.

No ano de 1223, no lugar da tradicional celebração do natal na igreja, São Francisco, tentando reviver a ocasião do nascimento do Menino Jesus, festejou a véspera do Natal com os seus irmãos e cidadãos de Assis na floresta de Greccio. São Francisco começou então a divulgar a idéia de criar figuras em barro que representassem o ambiente do nascimento de Jesus.

De lá pra cá, não há dúvidas que a tradição do presépio natalino se difundiu pelo mundo criando uma ligação com a festa do Natal. Hoje, nas igrejas e nos lares cristãos de todo o mundo são montados presépios recordando o nascimento do Menino Jesus, com imagens, de madeira, barro ou plástico, em tamanhos diversos.

Menino Jesus: É o filho de Deus. Foi o escolhido para ser o salvador do povo.

Virgem Maria: É a mãe do filho de Deus. Do seu ventre, nasceu Jesus Cristo.

São José: É o pai adotivo do Menino Jesus; foi um homem judeu, conhecido como carpinteiro de profissão.

Gruta ou Curral: É o local simbolizado pelo presépio. O curral era onde se guardava o gado. Por isso, no presépio, o Menino Jesus fica sobre palhas, numa manjedoura.

Manjedoura: É um lugar de aconchego onde Jesus ficou quando nasceu. É como se fosse o berço de Jesus.

Um burro, um boi,o galo e as ovelhas:: Os animais representam a simplicidade do local onde Jesus nasceu. "Jesus não nasceu em palácios, nem em lugares luxuosos, mas sim no meio dos animais".

Anjos: Os anjos anunciam aos pastores a chegada do filho de Deus. Eles sabem que nasceu o salvador.

Pastores: Os pastores são homens do campo, que simbolizam a simplicidade do povo, já que Deus acolhe a todos sem se importar com sua condição social. Representam ainda o povo hebreu
.
Estrela de Belém: A estrela de Belém é aquela que se coloca no alto da árvore de Natal. Foi ela que guiou os três Reis Magos quando Jesus Cristo nasceu.

Três Reis Magos: Os três Reis Magos - Gaspar, Baltasar e Belchior, estes três nomes simbolizam as raças distintas, representando a universalidade da Salvação. Eles vieram do Oriente conduzidos pela estrela. Chegaram à cidade de Belém, local de nascimento do Menino Jesus, trazendo presentes: mirra, ouro e incenso. O ouro representava a realeza, a mirra era símbolo da paixão e o incenso é oferecido a Deus: representa a divindade de Jesus.

As comemorações de Natal incluem a presença de diversos símbolos tradicionais, como a árvore de Natal, o Papai Noel, a guirlanda, a troca de presentes, a iluminação e outras decorações natalinas. Confira também os seus significados.

Árvore de Natal

A árvore de Natal é um dos símbolos mais populares, e normalmente é um pinheiro. Há muitas versões sobre a associação da árvore ao Natal. Uma delas é que o formato triangular do pinheiro representaria a Santíssima Trindade.

Dia de montar a árvore de Natal

De acordo com a tradição católica, a árvore de Natal deve ser montada a partir do dia 30 de novembro, que é o começo do período do advento. Sua montagem deve ser aos poucos, intensificando-se a partir de 17 de dezembro (momento em que a Bíblia começa a falar do nascimento de Jesus). Em 6 de janeiro (Dia de Reis), de acordo com esta tradição, é o dia de desmontar a árvore de Natal.

Papai Noel

Inspirado na figura de São Nicolau, um bispo do século III, o Papai Noel é responsável por trazer os presentes das crianças no Natal, segundo a tradição.

Estrela de Natal

Simboliza a estrela que guiou os reis magos até o local do nascimento de Jesus, segundo o relato do Evangelho de Mateus, na Bíblia.

Presentes de Natal

Os reis magos deram presentes para Jesus e o bispo Nicolau (que originou Papai Noel) era conhecido por dar presentes. Trocar presentes é uma das tradições de natal mais antigas.

Velas de Natal e Pisca-pisca

Tanto as velas de Natal como as outras iluminações de natal simbolizam Jesus, que afirmou ser "a luz do mundo".

Guirlanda

Colocar uma Guirlanda na porta de casa é sempre uma visão carinhosa de boas intenções, representando paz, prosperidade e evolução.

Hoje em dia, a guirlanda ainda resgata o significado ancestral de símbolo de boas-vindas, de proteção e de abundância.

Comentários

Nome:

Email ( não publicado ):

Comentáio: