Caçapava Online Tv
Fale com o delegado
Carro

Esporte

Copa do Mundo – 1954

Públicado em: 16/02/2014 às 11:12:38  
Após 16 anos, a Copa do Mundo voltou a ser realizada na Europa. Ainda sofrendo com problemas em virtude da II Guerra Mundial, a Suíça, que se manteve neutra durante o conflito, foi a escolhida para receber o quinto mundial de futebol da história. O aniversário de 50 anos da FIFA, cuja sede fica na Suíça, também pesou para o país sediar o torneio.

A localização do país, no centro da Europa, foi um chamativo para que todas as potências do futebol se candidatassem a disputar a competição. Ao todo, 38 equipes se inscreveram nas Eliminatórias. O Brasil teve que passar por Chile e Paraguai para carimbar sua vaga.

Na primeira fase, os brasileiros somaram uma vitória (5x0 sobre o México) e um empate (1x1 contra a Iugoslávia). Com os resultados, a equipe garantiu vaga para as quartas-de-final, onde foi derrotada pela Hungria, principal candidata a título, pelo placar de 4x2. A partida ficou marcada pela violência, recebendo o apelido de “A Batalha de Berna”. Três jogadores foram expulsos, sendo dois do Brasil: Humberto e Nilton Santos.

A seleção húngara chegou à decisão, mas foi surpreendida pela Alemanha, que conquistou o primeiro de seus quatro títulos mundial ao vencer a final pelo placar de 3x2. As duas equipes haviam se enfrentado na primeira fase, com vitória da Hungria por 8x3.

Curiosidades da Copa

. A partida final entre Alemanha e Hungria inspirou a criação do filme “O Milagre de Berna”, lançado em 2003.

. Para evitar problemas entre as principais forças do futebol brasileiro, o técnico Zezé Moreira convocou 11 jogadores que atuavam no Rio de Janeiro e 11 que jogavam em São Paulo.

. A França também fazia parte do grupo do Brasil na primeira fase, mas as equipes não chegaram a se enfrentar, pois os franceses já estavam matematicamente eliminada e o Brasil garantindo na fase quartas-de-final.

. O jogo entre Brasil e Iugoslávia foi um dos mais curiosos da história das Copas. O empate dava a classificação para as duas equipes, mas mostrando desconhecimento do regulamento, os brasileiros partiram com toda a força para cima dos iugoslavos nos minutos finais. Sem entender o que acontecia, os jogadores do time europeu gesticulavam para os brasileiros tentando explicar que o resultado favorecia ambos os times. Após o apito final, com o placar de 1x1, os brasileiros chegaram a chorar pensando que estavam eliminados da competição. Apenas nos vestiários os jogadores foram informados que o empate também tinha classificado o país para as quartas-de-final.

. Djalma Santos foi o único brasileiro escolhido pela FIFA para fazer parte da seleção ideal do torneio.

Comentários

Nome:

Email ( não publicado ):

Comentáio: