Caçapava Online Tv
Fale com o delegado
Carro

Saúde

Há quatro meses criança com doença degenerativa espera home care

Públicado em: 20/02/2014 às 10:34:07  
A família do menino Gabriel da Silva, de quatro anos, portador de uma doença degenerativa, aguarda há meses que a prefeitura cumpra uma liminar da Justiça de arcar com os custos de uma home care. A decisão foi concedida depois que o pai dele, que foi demitido e perdeu o convênio médico há quatro meses, entrou com uma ação pedindo que o filho continuasse o tratamento na casa da família.

A criança está internada na Santa Casa da cidade. A administração municipal diz que vai cumprir a decisão, mas que precisa da ajuda do Estado.

O menino convive com a distrofia muscular, doença que degenera os músculos, desde que nasceu e depende da ajuda de aparelhos para sobreviver. “Todo tratamento dele era em casa, pelo convênio, tinha tudo em casa, fonoaudiólogo, fisioterapeuta, médico, equipe de enfermagem 24 horas. E ele precisa do home care de novo, com os aparelhos para respirar, ele se alimenta por sonda, e precisa disso”, relata a mãe, a dona de casa Maria Gerlânia da Silva.

A juíza Simone da Silva expediu liminar no dia 4 de dezembro estabelecendo o prazo de 48 horas para cumprimento da decisão, sob multa de R$ 500 por dia, no descumprimento da norma. "Ele está na Santa Casa há quatro meses. Entramos na Justiça com o pedido para ele voltar para casa e desde o dia 4 de dezembro nada foi feito. A prefeitura diz que está resolvendo e que é para eu esperar, que tudo vai ser resolvido logo. Mas, a liminar deu 48 horas para ele estar em casa e eu estou esperando há quatro meses”, lamenta Gerlânia.

Outro lado

Segundo o chefe de gabinete da Prefeitura de Caçapava, Anthero Mendes Pereira Junior, parte da decisão está sendo cumprida pela administração municipal. "A prefeitura vai cumprir a liminar desde que haja as especificações para a compra dos aparelhos, todavia, entendemos que o Estado tem muito mais condições do que a prefeitura. A prefeitura entrou com uma petição sobre o tipo do aparelho e tivemos a notícia que o Estado só foi notificado recentemente", diz Anthero.

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde do Estado informou que o Estado solicitou à Justiça o envio de documentos para prosseguir com o processo de implantação do home care do menino Gabriel e que aguarda o envio dos documentos.

Comentários

sandra cristina grappin brazolin diz:

Publicado em 22/02/2014

meu DEUS a vida vai continuar assim até quando . eu digo até quando um dos filhos ou netos de pessoas influentes passarem por tudo isso, não está acontecendo com a família deles porque DEUS está dando chances a eles sem precisar usar a dor para que eles tomem uma decisão. tudo é demorado, tudo tem burocracia,tudo é dificil quando não é com a família deles. ENTÃO SÓ ME RESTA DIZER AOS PAIS DESTE LINDO MENINO GABRIEL QUE TEM NOME DE ANJO QUE CONTINUEM REZANDO ,PEDINDO QUE SEI QUE O SENHOR DEUS VAI AJUDAR VOCES DE ALGUMA FORMA . TUDO PARECE MUITO DIFÍCIL MAIS VAI ACABAR BEM. NÃO DESISTAM, NÃO SE DESESPEREM ,FAÇAM TUDO PARA O GABRIEL E DEIXEM O RESTO NA MÃO DE DEUS, PORQUE NAS MÃOS DOS HOMENS TUDO MAIS TUDO É DEMORADO E AS VEZES QUASE IMPOSSÍVEL.LUTEM FAÇAM TUDO PARA VALER O DIREITO DE VOCES. PEDEM AJUDA DA POPULAÇÃO, TEMOS QUE AJUDÁ-LOS ENTRE EM CONTATO COM TODOS E SEI QUE FAREMOS VALER A JUSTIÇA QUE É MOROSA MAIS TEMOS QUE MUDAR TUDO ISSO E É SÓ COM A FORÇA DA POPULAÇÃO. ESPERO QUE TUDO DE CERTO. ABRAÇO A TODOS

Nome:

Email ( não publicado ):

Comentáio: