Caçapava Online Tv
Fale com o delegado
Carro

Bichos

Pitbull ataca cachorro no Jardim Rafael

Públicado em: 01/04/2014 às 13:14:47  
Um cachorro da raça pitbull atacou na manhã desta terça-feira, 1, um outro cão no Jardim Rafael.

Por volta das 8h30, o animal escapou de sua casa e atacou outro cachorro que passava pela rua. Nem mesmo o dono do pitbull conseguiu separar. Alguns vizinhos, com o auxílio de pedaços de madeira e cabos de vassoura também tentaram, em vão, separar o ataque.

A situação foi resolvida apenas quando um motoqueiro que passava pelo local parou para ajudar e conseguiu tirar o cão das garras do pitbull. Assustado e ferido, o cachorro foi embora do local correndo e ninguém fez nada para ajuda-lo.

Segundo os moradores o pitbull sempre sai na rua quando o portão automático é aberto.

Se você é o dono de um pitbull mantenha seu cão sempre firme na coleira e de focinheira. Por mais dócil que o seu pet seja, ele é muito forte, e qualquer ataque pode ser fatal, especialmente no caso de crianças e idosos.

Saiba como reagir a um ataque de cães

Evite olho no olho. O animal encara isso como confronto;

Não faça movimentos bruscos ou qualquer coisa que chama atenção dele;

Se ver um pit bull ou um cão agressivo solto, sem focinheira, não corra, finja não ver o cachorro e passe bem longe dele;

Caso aconteça o ataque cruze os braços na frente do peito para proteger o pescoço, parte mais visada num ataque, e o tronco, onde estão órgãos vitais;

Não tente bater no animal, não vai feri-lo nem afastá-lo, mas talvez o deixe mais irritado;

Mantenha-se em pé e grite por ajuda. Cair no chão é perigoso, porque sua cabeça fica mais vulnerável ao ataque. E você vai precisar de ajuda para se livrar da mordida;

Se alguém chegar para ajudá-lo, peça que procure alguma substância irritante para jogar na cara do bicho, para assustá-lo. Um extintor de incêndio, álcool, vinagre, suco de limão ou até mesmo água fria.

Denuncie

Crime
De acordo com o Código Penal e na Lei das Contravenções Penais, qualquer tipo de lesão praticada por animais, o responsável pelo animal responde por lesão corporal culposa. De acordo com os termos do artigo 129 parágrafo 6º do Código Penal, preve detenção de 2 meses a 1 ano. Se esse animal está solto, perambulando pela rua, colocando em risco as pessoas, seria omissão de cautela na guarda ou condição de animal o que de acordo com o artigo 31 da Lei das Contravenções Penais, prevê prisão simples de 10 dias a dois meses.

Comentários

Cadeia p/ os irresponsáveis... diz:

Publicado em 01/04/2014

Nome:

Email ( não publicado ):

Comentáio: