Caçapava Online Tv
Fale com o delegado
Carro

Cotidiano

Vale registra quase 1 acidente com morte por dia

Públicado em: 11/05/2014 às 23:34:50  
Estradas, avenidas e ruas da região ficaram mais violentas no primeiro trimestre deste ano, com a marca de 89 acidentes com mortes no trânsito em 90 dias.

Este é o resultado do balanço de homicídios culposos (sem intenção de matar) por acidentes de trânsito divulgado pela Secretaria de Segurança Pública, que indica aumento de 64,8% no número de casos em relação ao primeiro trimestre de 2013.

Como a pesquisa leva em conta os acidentes, o número de vítimas pode ser ainda maior do que as ocorrências registradas.

O levantamento, que abrange vias municipais e estradas que cortam a região, também aponta um aumento de feridos, cujas ocorrências são tratadas como lesões corporais culposas por acidentes no trânsito. Foram 1.872 casos contra 1.660 no primeiro trimestre do ano passado, alta de 12,7%.

PRF aposta em radares e etilômetros

Vincular a presença das viaturas da Polícia Rodoviária Federal à fiscalização dos motoristas com o emprego de etilômetros e radares móveis é a estratégia da corporação para consolidar a tendência de queda no número de acidentes registrados na via Dutra no Vale do Paraíba.

Para o inspetor Waldiwilson dos Santos, responsável pela delegacia da PRF de Taubaté, esta ofensiva vem mostrando resultados positivos.“A gente trabalha muito com etilômetros e radares de última geração. Em médio prazo, conseguimos vincular a presença das viaturas com a fiscalização por meio desses dois equipamentos. O motorista sabe que será fiscalizado. Em relação à via Dutra, já tivemos uma redução nos acidentes em nossa região.”

Fiscalização. Balanço da PRF indica que, em 2012, 518 motoristas foram flagrados pelos etilômetros com níveis elevados de álcool no sangue. No ano passado, o número de autuações subiu para 519. Somente no primeiro trimestre deste ano já são 200 os motoristas flagrados.

Em relação aos radares móveis, o inspetor disse que os equipamentos são responsáveis por inibir os motoristas. “Neste caso, também em médio prazo, conseguimos conscientizar os motoristas. Acidentes com velocidades menores são de menor gravidade”, afirmou Santos.

Radar. A PRF usa na via Dutra, no trecho que corta a região, neste ano, quatro novos radares para flagrar motoristas andando acima da velocidade permitida.

De última geração, os aparelhos são capazes de registrar a infração a até dois quilômetros de distância. Segundo a PRF, os radares são usados em trechos de alto índice de acidentes.

Comentários

Nome:

Email ( não publicado ):

Comentáio: