Caçapava Online Tv
Fale com o delegado
Carro

Esporte

Especial Copa 2014 - Grupo F

Públicado em: 14/06/2014 às 20:05:42  
. Argentina: comandada pelo craque Lionel Messi, os argentinos chegam a Copa do Mundo como uma das grandes favoritas a conquista do título. O quarteto ofensivo formado por Messi, Aguero, Higuaín e Di Maria é um dos mais temidos do planeta. Além da qualidade do ataque, o sorteio foi totalmente favorável a equipe, que na teoria tem caminho livre até as quartas-de-final, quando ai sim começar a enfrentar adversários mais fortes. O ponto fraco está na defesa, principalmente no goleiro, que não passam confiança aos torcedores. Para os argentinos, ganharem uma Copa dentro do Brasil, seria a maior vitória da história do país. E não duvidem que eles possam fazer isto.

. Bósnia: estreante em mundiais, os bósnios contam com os gols de um dos principais atacantes da atualidade, Dzeko, campeão inglês com o Manchester City. Além dele, o time possui os habilidosos meias Misimovic e Pjanic. O sorteio das chaves deixou a Bósnia em boas condições de já em sua primeira participação em Copas avançar a fase eliminatória. Repetir o feito da vizinha Croácia, que em sua estreia em Copas chegou às semifinais, pode ser um sonho, mas terminar o torneio entre os oito melhores é uma realidade que poderá ser alcançada.

. Irã: respeitando no cenário do futebol asiático, o Irã ao poucos vai começando a deixar sua marca nos outros continentes. Os jogadores do país começam a conquistar mercados maiores, principalmente na Europa. To certo que nenhum atleta da seleção atua em grandes times europeus, mas alguns deles defendem equipes menores de Inglaterra e Alemanha. Pela quarta vez na disputa de uma Copa do Mundo, ainda parece ser cedo para o Irã realizar uma boa campanha.

. Nigéria: as duas últimas campanhas da Nigéria em Copas do Mundo foram terríveis, com o time sendo eliminado sem vencer uma partida sequer. Em 2014 o sorteio das chaves proporciona aos africanos uma chance de voltar a vencer e quem sabe classificar para o mata-mata. O elenco está muito abaixo ao da época de ouro do futebol do país, vividos na década de 1990, mas possui jogadores de talento, casos de Mikel, Moses, Musa e Emenike. Na teoria disputa com a Bósnia a segunda vaga do grupo para as oitavas-de-final. É a atual campeã africana.

Comentários

Nome:

Email ( não publicado ):

Comentáio: